quarta-feira, 17 de novembro de 2010

De olho em 2011!!!

Oi pessoal,
Estou de volta. Minha rotina voltou ao normal.
Passar alguns dias "out" (apesar de ter sido punk), acabou sendo bom para mim.
Quando parei para descansar e recuperar as energias, compensando todas as horas de sono que não tive e todo o besteirol que não pude assistir na TV; acabei refletindo sobre minha vida e tomei algumas decisões...
Percebi que não posso mais esperar que uma "grande" editora me descubra. Acabou o tempo. Vou lançar meu novo mangá da mesma maneira como lancei o primeiro: fazendo xérox, encadernando em espiral. Nem por isso ele deixará de ser o que é, tampouco perderá sua essência. Aguardem... Em breve, vocês terão novidades!!!
Também percebi que estou ficando "velha". Não v-e-l-h-a, no sentido literal da palavra... Velha no sentido de que já passei da adolescência há muito tempo, e tenho um potencial criativo/empreendedor grande demais para os limites da minha realidade atual. Caiu a ficha de que preciso me formar urgentemente, e dar passos maiores na vida.
Domingo que vêm, vou fazer vestibular. Decidi que vou começar 2011 fazendo faculdade - de artes visuais. Não tenho mais desculpas para adiar isso. E estou feliz por ter feito tantas descobertas.
A gente nunca admite, mas a natureza humana é assim: só toma decisões quando se sente pressionado. No meu caso, a pressão não veio de fora, de nenhuma pessoa em específico: veio de mim mesma, quando tive um encontro comigo mesma.
Quando você trabalha muito ou leva uma vida muito agitada, os momentos de instrospecção são raros. Você pensa muito grande, vive com a cabeça longe... E esquece de conversar com si próprio.
Então, quando estava tendo meus 15 dias de "Amélia"; sendo uma pessoa "normal", tudo o que eu mais quis foi 1 dia de solidão, sem pensar em nada. O dia inteiro zapeando na TV, sem prestar atenção em nada... Apenas zerando meu Q.I.
Nesse dia, eu consegui escutar a voz da minha alma.
Em 2011, farei tudo o que meu coração está pedindo: mudanças, sabedoria e muita arte.
Afinal de contas, é para isso que vim trabalhando até hoje.

Bj em todos!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Se a vida é um grande mangá... Tudo pode acontecer!!!

Oi gente,
Estou cansada. Beeeeem cansada.
Com a família viajando, ganhei um personagem a mais para interpretar: dona de casa.
Papelzinho danado esse... Não é dos mais glamurosos, mas consome do "ator" que é uma beleza.
Eu, que já tinha poucos papéis no teatro da vida (secretária, estudante, mangaká, produtora, free-lancer); agora tenho que colocar a comida do cachorro e botar o lixo pra fora.
Pensar todos os dias no que fazer de comida e deixar a cozinha limpa para o dia seguinte.
Prestar atenção ao gás e sacrificar um dia de folga para lavar roupa.
Irônico isso... Acordar de manhã, ver que o dia está lindo... E ao invés de dizer: "Oba! Que dia lindo pra passear!", falar instintivamente: "Eita dia bom pra lavar roupa! Vai secar tudo!".

Só mais tarde, quando o cachorro está dormindo de barriga cheia, a roupa está dançando com a brisa no varal e a casa tem cheiro de limpeza; cai a máscara da dona de casa - cansada.
A produtora lembra que precisa divulgar os projetos do grupo e vender mais o peixe da companhia. Lembra também que recebeu 24 páginas para estudar em menos de 48 horas.
Ah! Também precisa dar um pulinho no supermercado - pois acabou o café.

E agora, cara pálida: quem tem mais prioridade?
Todas têm. Tudo isso é importante. Limpar, diagramar, sair, dançar, produzir, desenhar. Quando você tem muitas veias artísticas emaranhadas no corpo, acaba conseguindo fazer um pouquinho de tudo... Mesmo que isso canse o corpo, lá no fundo do peito fica um sorrisinho malandro de adrenalina, de aventura.
Sim, porque a vida nada mais é do que um grande mangá. E se não tiver aventura, somente rotina... Quem irá comprar?

domingo, 17 de outubro de 2010

Teatro... Emoções dentro e fora do palco

Ontem fui ao teatro, assistir "Música Para Cortar os Pulsos", de Rafael Gomes.
No elenco, Kauê Telloli, Mayara Constantino e Victor Mendes.
Três atores jovens, com postura, teor e expressão de quem tem décadas e décadas de carreira.
Cenografia simples, luz com toque "caseiro", introspectivo... E três histórias de amor sem final feliz.
Isto é fato... Nem todo romance termina com a frase "felizes para sempre".
Mas nem por isso são ruins... Porque amor é bom enquanto dura.
Logo na chegada, fomos (eu e todo o público presente) recebidos com uma frase.
A frase do meu papelzinho era: "Estranho seria se eu não me apaixonasse por você". Tive de sorrir, pela feliz coincidência de receber o trecho de uma música que adoro, de uma cantora que sou fã.
Música esta que me lembra alguém... Uma coisa que não teve final feliz, mas foi boa enquanto durou.
Passado este primeiro momento de "feedback", voltei à atmosfera do teatro: canções lindas tocando, teatro acolhedor. Meus amigos por perto. Momento especial.
Curiosa, cheia de expectativas. Após tanto tempo acompanhando espetáculos de comédia e pantomima; seria quase uma "estréia" acompanhar 1 hora de romance. Não tinha parâmetro nenhum... Apenas minha enorme paixão pelo teatro.
O espetáculo começou e o público foi convidado a conhecer todos os lados de uma pessoa que ama: o lado de quem sofre, o lado de quem nunca o sentiu e o lado de quem não se declara.
Penso que, assim como eu, todos os expectadores devem ter se identificado com um ou outro personagem em particular. Ou talvez, com um pouco dos três.
Me emocionei muito com os textos do Ricardo. Da maneira pura como ele amava, da poesia de seus textos. Em especial, na cena "Tentativas". Precisei ser forte para não borrar o rímel.
Adorei a irrevêrencia e a leveza do Felipe. É tão despretencioso, tão despojado... Que em algumas partes, senti-me em frente ao espelho. Sim, ele me fez sorrir várias vezes.
Não sei como é na pele o drama de Isabela. Nunca sofri assim por uma pessoa. Ao contrário... Deleto até com certa facilidade. Porém, a personagem me deu mais um nome para admirar: Mayara Constantino. Uma atriz que passa do trágico para o lúdico, da comédia para o ódio; com a mesma facilidade de quem muda a página de um livro. Uma grande atriz, sem sombra de dúvidas.
Sorri, pensei, quase chorei... E ouvi muitas músicas lindas, entre uma emoção e outra.
Dei muitas risadas no corredor (com a turbina barulhenta, a loira do elevador...) e fiquei feliz por estar dividindo aquele momento, aquele dia, com meus amigos. Pessoas que fazem minha vida mais completa... Mais vida.
E voltei para casa com eles, sentindo a alma leve; com a lembrança da simpática Mayara e do atencioso Victor em pensamentos e fotos que guardarei para sempre!

Pessoal, recomendo para todos: Música Para Cortar os Pulsos: http://musicaparacortarospulsos.blogspot.com/
Acompanhem o blog... E prestigiem quando tiverem oportunidade!

Bj em todos!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O mangá e a globalização

Às vezes me pergunto porque a globalização ainda não chegou ao mangá.
Pelo menos, não ao mangá nacional.
Aqui no Brasil, o mangá ainda é um monopólio... Um privilégio de poucos.
As bancas são dominadas pelos títulos japoneses. Não vemos trabalhos de Artur Garcia, Eugênio Colonesse e tantos outros monstros do desenho nacional.
Há pouco tempo, surgiu "Turma da Mônica Jovem", em estilo mangá. Eu disse: "Opa! Finalmente!... Quem sabe Maurício de Souza não abre caminho para uma leva de mangakás brasileiros que existem por aí?". Mas não é isso que vejo. Nossa vida continua sofrida e nosso talento continua anônimo...
Sou a favor da globalização do mangá. Adoraria conhecer trabalhos de mangakás do mundo inteiro... Pois afinal de contas, o que importa é conteúdo, não a nacionalidade.
Ninguém lê um mangá abraçado à bandeira nacional. A gente lê porque tem fome de aventura, de romance, de magia para suportar a realidade tão dura. E desenha porque tem esse poder nas mãos.
Existe globalização em tudo: na mídia, na televisão, na livraria, no supermercado.
Aquele biscoito que você adora comer no lanche da tarde também é fabricado na Argentina. O celular de 15 conto que você comprou no camelô veio da China. O folhetim que sua mãe assiste na sessão da tarde é mexicano. O filme que você assistiu quarta-feira no cinema e americano.
E o Brasil... O que estamos oferecendo para o mundo?
Sim, agora me lembro. Oferecemos nossas praias para os gringos gravarem seus filmes. E o filho da mãe ainda tira sarro da gente. Muitos trabalhadores fazem calos nas mãos cultivando o trigo, que será usado na fabricação do biscoito argentino. O mundo fica com a glória, com o lucro, com a tecnologia... E o Brasil fica à Deus dará.
Já passou da hora de mostrarmos ao mundo que o Brasil não vive só de Carnaval e bundas. O mundo precisa conhecer esse povo tão rico de talento e cultura... Que é nosso melhor cartão de visitas.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

2º TOMO MATSURI - Lá vou eu!!!

Gente,
No próximo domingo (dia 22/08), à partir das 10h; será realizado o 2º TOMO MATSURI - Festival da Amizade!!!
Pra variar, lá estarei eu novamente; fazendo nigaoês.
Todos estão convidados a fazer uma visita (restam poucos dias para adquirir o convite!).

O endereço é: R. Nestor dos Santos Lima, 18 - Jd Jamaica
(altura do 6400 da Estrada do Campo Limpo).
Informações pelo tel: (11) 5845-2458

Não tem erro pra chegar lá, pessoal... Uma vez contornado o Extra do Taboão, vocês verão um cruzamento com semáforo e uma ladeirona em frente. O local é no começo da subida, à esquerda.

Bjs!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

MULHERES: PRECISAMOS NOS UNIR!!!

Oi gente,
O título desta postagem pode parecer meio "feminista"... Mas é algo que eu realmente gostaria de falar e compartilhar com vocês que me seguem (e também com os que não me seguem, mas visitam o blog).
Ontem saiu a primeira lista com o parecer da comissão de avaliação do ProAC nº 04, para publicação histórias em quadrinhos.
Tive meus "cinco minutos" de tristeza, ao ver que meu nome não está na lista; nem mesmo entre os suplentes (tristeza que vocês podem notar pelo post abaixo).
Hoje, recuperada e calma; abri novamente o arquivo e fiquei horrorizada ao ver que - PASMEM - não existe nenhuma mulher entre os escolhidos!!! Imaginem, entre 20 nomes; nenhuma representante da classe feminina!
Isto é realmente muito sério, gente. Eu não sei dizer se isso reflete o preconceito - pequeno, mas que ainda existe - com relação às mulheres no mundo dos mangás; ou se representa a timidez das minhas "xarás" em meter as caras e assumir que curtem fazer quadrinhos.
Se este resultado diz respeito ao preconceito... Só tenho a dizer que é lamentável. Chega a me dar nojo. A arte, assim como a morte, não escolhe sexo, classe, cor, raça ou religião.
Mas se o resultado comprova que o número de mangakás homens é gigantescamente maior que o de mulheres... Está na hora de vocês aparecerem, garotas!
Eu conheço várias garotas talentosas (muitas que desenham até melhor do que eu)... Mas sinceramente, não conheço muitas fanzineiras ou mangakás. Podem dizer que sou louca, ou até mesmo "amostrada" (!!!), mas eu realmente não tenho vergonha de ser a única "flor" entre os rapazes. Não tenho mesmo. E acho que nenhuma mulher deveria ter.
Deixo aqui o meu recado e o meu aviso, para que as mulheres que curtem o meu trabalho possam ter coragem de mostrar a cara e ser feliz fazendo mangá!!!

Bj em todos!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

IT'S A COLD DAY...

A semana começou fria.
Tão fria quanto o arrepio dentro da minha barriga.
O receio de um futuro turvo que martela minha cabeça há meses.
Hoje entendi o motivo da chuva,
E a chegada do frio depois de um lindo domingo de sol:
O futuro finalmente mostrou sua face
E revelou que não será tão lindo e glorioso de maneira breve.
Ainda restam muitos leões para matar
Antes de entregar minhas mãos e minha alma para a arte.
Ainda não foi desta vez que a vida sorriu da maneira que eu queria,
E por isso, está chovendo.
Deus está regando a Terra com as lágrimas que eu não vou derramar;
Para não dar um presente aos meus inimigos.
Amanhã é um novo dia... E o leque de um novo futuro se abrirá sob os meus pés.

terça-feira, 22 de junho de 2010

ANIMAEMBU 2010 - FOI MARAVILHOSO!!!

Oi pessoal,

Andei bastante "sumida" nos últimos tempos... Mas foi por uma boa causa.

Além de estar correndo muito atrás de patrocínio para lançar meu novo mangá; estive concentrada nos compromissos do Animaembu 2010.

O primeiro final de semana começou devagar. Dia 12 fazia um frio sobrenatural (ainda mais com os ventos que vinham da lagoa)... E isso espantou um pouco o público. A oficina de mangá começou a bombar por volta das 12:30h, ou 13h.

Dia 13 foi melhor. O tempo ficou firme e a oficina voltou a boa forma dos velhos tempos!

Daria nota 8 para o 1º final de semana.

Já o segundo... Arrebentou geral!!! Sábado foi o dia mais "punk".

O Concurso de Ilustração Mangá foi a "menina dos meus olhos". O número de inscrições mais que dobrou, com relação ao ano passado; e as duas categorias foram bastante equilibradas (tanto em número quanto em qualidade). Muitos vencedores estavam presentes no dia... O anúncio do resultado foi super legal! Fiquei bastante orgulhosa.

Houve um pepino, é claro. Em cima da hora, disseram que era proibido colar coisas na parede.

Mas eu bati o pé e coloquei o mural de ilustrações, de qualquer jeito!!! Tive de forrar a parede com TNT (correndo o risco de desabar tudo na minha cabeça)... Mas coloquei. E ficou lindo!

Só não deu pra manter o mural até domingo. Com certeza ele cairia durante a noite... E não podíamos perder tempo refazendo tudo no domingo.

Já o dia 20, teve cara de "despedida": muita gente visitando pela 2ª vez, prometendo voltar no ano que vêm... E assim, a oficina permaneceu cheia até mesmo durante o jogo do Brasil. E que jogo!!! (diga-se de passagem).

Correu tudo muito bem; e novamente eu só tenho à agradecer. Primeiramente a Deus por mais esta oportunidade, depois aos meus ajudantes (Álison, Priscila, Giovani), aos meus queridos jurados (Rodrigo, Álison e Gabriel) e sem sombra de dúvidas; aos visitantes - pois sem eles, não sou nada!

Bj em todos!

quinta-feira, 25 de março de 2010

SIGAM O BLOG DO ANIMAEMBU!!!

Oi gentiiisss,
Convido a todos para seguir o blog do AnimaEmbu 2010 (feito por mim mesma)!
Lá, além de ficar a par da programação do evento, vocês podem fazer download dos e regulamentos e fichas de inscrição para Concurso de Ilustração Mangá e Exposição de Fanzines.
O link do blog é: http://animaembu.blogspot.com , ficarei muito feliz com a visita de todos!!!

Bjs, Gisele Silva.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

EU E OS DESAFIOS DA VIDA...

Olá pessoal,
Espero que todos tenham tido um carnaval cheio de saúde e serpentina!!!
Minha vida passou por muitas "reviravoltas" durante o feriado. De repente, surgiram N obstáculos no meu caminho... Tudo conspirando contra os meus projetos, que caminhavam tão bem.
A maioria dos recursos que eu esperava não chegaram. Os poucos que pingaram, não conseguiram molhar nem a metade do que precisava. Até minha impressora, que nunca havia me deixado na mão; resolveu pifar!
Passado o primeiro instinto (de xingar tudo e todos, achando que a vida está uma caca); coloquei a cabeça no lugar e acabei rindo desta situação. Claro que só pode ser algum "bruxinho" tentando atrapalhar meus planos... Mal sabe ele, que está lidando com Gisele Silva.
Nunca fui de me deixar abalar diante de um obstáculo, e não será agora que vai acontecer. Com a cabeça fria, consegui organizar meu raciocínio e encontrar duas luzes no final do túnel. Mesmo que uma delas seja de um trêm; a outra com certeza é a luz da saída.
A má fase vai passar e logo logo eu terei boas notícias para postar aqui no blog. Por enquanto, fica o meu "axé" pra todo mundo e minha promessa de dar a volta por cima, sempre... Ou não me chamo Gisele Silva!