sexta-feira, 30 de março de 2012

AO MESTRE, COM CARINHO.

Há umas duas semanas (mais ou menos), terminou a insuportável novela "Fina Estampa". 
Desculpe, pra quem gostava de assistir... Mas eu tinha vontade de tacar o chinelo na televisão, cada vez que ouvia os gritos da histérica Thereza Christina. Obviamente, nunca cheguei às vias de fato, pois lembrava que ainda faltam algumas prestações da TV para pagar. 
Diante daquele final tenebroso, fiquei pensando na maneira como os personagens (sejam eles de novelas, filmes, mangás e etc) deixam sua marca no coração da gente. 
É como aquela turma da escola ou da faculdade, que você curte muito... E sabe que não verá com a mesma freqüência, depois que o ano letivo acabar. 
No caso das novelas, o sentimento de adeus não é tão grave, pois aqueles atores logo estarão em cena novamente, na pele de outros personagens. O Crô pode ter ido embora... Mas Marcelo Serrado continua, firme e forte! Assim como tantos outros.
Nos filmes, também não é grave. Sempre existe a esperança da "Parte 2", "O Retorno" ou "A Revanche". 
MAS... E QUANDO ACABA UM ANIME???
É muito triste. Você não verá aqueles personagens de novo, a menos que tenha os episódios em DVD, para assistir quando quiser. 
Personagens de anime deviam se apresentar assim: "Olá, eu sou muito legal... Mas não se apaixone por mim. Estou no seu mundo de passagem". 
Que triste, não?
Por que os personagens de anime não podem ser como os atores de novela: fazer uma participação especial ali, um intercâmbio acolá?...
Já pensaram que bacana seria uma versão "Avengers" de animes, com Shinigamis, Hokages e Cavaleiros de Ouro juntos???
Pense bem... Se Thor, Homem-de-Ferro, Capitão América e outros se uniram, pela mesma causa, porque nunca fizeram algo parecido nos animes?
Toda essa "viagem na batatinha" é pra dizer que eu adoraria prolongar as aventuras de BLEACH... E não precisar ouvir a triste notícia que o anime chegou ao fim. Ainda não chegou... Mas vai fazer uma longa pausa, para tomar distância do mangá. 
Eu amo mangá, com certeza continuarei lendo Bleach... Mas sentirei muita falta do Ichigo, das musiquinhas tristes (pelas quais chorei tantas vezes) e até mesmo do Don Kanonji [bwa bwa bwa!!!]. 
Seria legal que o Chad fizesse umas "pontinhas" em Hajime no Ippo. 
Ishida poderia costurar uns vestidos mais modernos para Saori Kido. 
Rose poderia tomar umas aulinhas com o Kurama e Hitsugaya fazer uma aposta com Camus de Aquário. 
Inoue se divertiria passeando com as Sailors; enquanto Black Star desafia Aizen!
Agora, a melhor das hipóteses: Ichigo Mugetsu e Naruto Kyuubi, unidos, nem que fosse por um único filler. 

Eu queria que todos os personagens, de todos os animes que já assisti na vida, fossem eternos não apenas no meu coração; mas também na TV.

Ao mestre Kubo, com carinho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário