quinta-feira, 17 de julho de 2014

I'M BACK!!!!!

E AÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ!!!!!!!!! \o/
Quanto tempo, né pessoas?
Bem, nesses mais de 1 ano sem postar no blog, muita coisa aconteceu. Várias coisas boas, sim, é verdade... Mas também algo que abalou deveras excessivamente o meu coraçãozinho.
Era verão e, como sempre, o mal estar me perseguiu todos os dias. Pressão baixa, muito suor, falta de apetite... Até aí, nada que não tivesse acontecido antes, em decorrência do calor. Mas eis que, o verão acabou e o mal estar persistiu. 
Muita gente dizia "nossa! como você emagreceu!", sem que eu estivesse fazendo qualquer tipo de dieta. Também comentavam sobre a palidez e isso me deixou preocupada. Resolvi ir ao Pronto Socorro e relatar o que eu estava sentindo. O coração batia a 98 b/m. Receitaram-me um remédio que não resolveu em nada minha situação. 
Até que um dia, enfim, consegui agenda com o médico já conhecido. Ele solicitou 14 exames (isso mesmo: 14 exames!) e disse palavras que me assombraram durante quase dois meses à fio: ou meu problema era na tireóide, ou era no coração.
Um rapazinho da novela das 21h (Kadu, se não me engano), tinha sintomas parecidíssimos com os meus. E seu problema gravíssimo no coração foi solucionado somente após a realização de um transplante. CARA!!! Como eu chorava, só de imaginar que eu tivesse de passar pelo mesmo!!! Ainda que estivesse rodeada de pessoas fofas ao meu redor, que cuidavam de mim com imenso carinho; foi muito, muito, muitíssimo difícil segurar essa barra.
Imagine você, sentado(a) no sofá de sua casa, incapaz de segurar seu cachorro no colo... Um cocker inglês, que não deve passar de 20 kg! Pô... Foi triste demais. 
E nesse meio tempo, frágil e com a autoestima baixa, acabei me deixando cuidar por amigos aos quais eu sempre quis proteger. Aceitei ajudas que, em outros tempos, eu não aceitaria. Deixei de fazer caminhadas a pé, com a rapidez e a vitalidade com que sempre fazia... Me permiti chorar, na frente de pessoas que, em outros tempos, eu jamais me permitiria.
Eu sequer sabia se teria condições de comparecer à minha colação de grau da faculdade.
Graças à Deus, nem tudo foi só desgraça. Com mais tempo livre, acamada em casa, também redescobri a delícia que é ser fã de alguém!!! Quem diria, com 27 anos nas costas, me peguei encantada e embevecida pelo Tom Hiddleston... (ui!).
Consegui colar grau e viver este fantástico momento da minha vida... Deus foi agindo e acalmando meu coração aflito, dando-me forças, nem que fossem da rapa do tacho, para seguir em frente... E enfim, com todos os exames feitos, fui diagnosticada com HIPERTIREOIDISMO. Nome comprido, né? É um distúrbio na tireóide, que me fará emagrecer (ou manter eternamente o peso que já tenho) e ter taquicardias, se não for medicada. Chato, né? Mas é muito melhor que um problema no coração. Fiquei triste e feliz, ano mesmo tempo. Triste, por saber que necessito dos medicamentos pelo resto da minha vida... E feliz, por saber que é algo simples de tratar e, portanto, não é grave.
Estou retomando a vida, pessoas!!! Os desenhos (pretendo produzir um art book ainda este ano!), os relacionamentos, os trabalhos com a minha empresa... 
Hoje, fiz minhas duas primeiras oficinas de mangá, após a descoberta da doença. Pôxa, foi tão bom voltar à ativa! 
E agora, estou aqui no blog, dividindo com vocês uma experiência extremamente íntima; para que lhes sirva de exemplo (ou consolo, caso alguém esteja vivendo algo semelhante. Deus queira que não). 
A vida é maravilhosa, curta e imprevisível. Se você tem sonhos, amarre-se neles. Se você tem fé, apegue-se nela. Se você ama alguém, dedique-se à essa pessoa... Mesmo que ela não seja sua, cuide dela como se fosse sua estrela particular.
Não viva as coisas pela metade: deixe sua marca, nos lugares, nas coisas e nas pessoas! 
Trabalhe, estude, empreenda, passeie, viaje, ame, tenha ídolos e animais de estimação. E, acima de tudo, tenha fé. Nos momentos mais difíceis, quando estive aos prantos deitada na cama, sob a escuridão do quarto; foi Ele que enxugou minhas lágrimas. E eu peço à ele todas as noites que retribua o amor e o carinho que as pessoas tiveram comigo, nesta fase tão difícil e graças à Deus superada da vida.


Bj em todos... I'm back!!!